quarta-feira, 27 outubro 2021
Fale Conosco | (24)3343-5229

Educação

Secretária avalia retorno às aulas presenciais em VR

13/09/2021 16:30:44

“O primeiro dia de aula no sistema híbrido ocorreu dentro do previsto, cumprindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19. Da Educação Infantil até o Ensino para Jovens e Adultos (EJA), percebíamos a alegria no retorno dos alunos às salas de aula. Todos os profissionais foram capacitados para as atividades presenciais e estão de parabéns pela conduta”.

Assim a secretária de Educação, Tetê Gonçalves, avaliou o primeiro dia do sistema híbrido de ensino (presencial e online), nesta segunda-feira (13), em Volta Redonda. Ao todo, mais de 20 mil estudantes voltaram às salas de aula em 104 unidades da rede municipal.

Professores e demais profissionais da Educação já foram vacinados com as duas doses da vacina contra a Covid-19 e também receberam capacitação para trabalharem durante a pandemia do novo coronavírus. A volta às aulas era aguardada por pais e responsáveis que optaram pela modalidade.

Neste momento, está sendo respeitado o limite de até 50% de alunos em sala de aula, previsto em protocolos sanitários. Além do quantitativo, está sendo levado em conta o tamanho de cada sala. Se o número de estudantes for maior que os 50%, a turma terá um rodízio: um grupo por semana. Quem não estiver na sala de aula, pode acompanhar pela plataforma online.

“As mudanças estão relacionadas, basicamente, a evitar aglomeração e promover medidas de higiene. Sinalizamos com cartazes orientando os alunos a higienizarem as mãos com álcool ou lavar com sabão. E a segunda questão é realmente evitar aglomeração em todo momento. Nossa sala de aula comporta atualmente 17 alunos com distanciamento de um metro e meio. As turmas entrarão no mesmo horário nos dois turnos, porém com entradas e saídas diferentes, de acordo com cada ano escolar; com temperatura aferida; álcool nas mãos e higienização ao final de cada aula”, destacou o diretor do Colégio Getúlio Vargas, Edimilson Silva, ressaltando que todas as medidas foram repassadas durante as reuniões com os responsáveis, onde foi assinado um termo de compromisso de responsabilidade.

A hora da merenda está merecendo total atenção da equipe escolar nesta volta às aulas. No Colégio Getúlio Vargas, por exemplo, além de todos os protocolos sanitários, a direção criou um “segundo refeitório” ao ar livre, mantendo o distanciamento, a higienização e o revezamento de horários.

“Setenta por cento dos alunos optaram por fazer a refeição na escola. Por isso, tivemos que tomar uma medida em relação ao refeitório. Quando aplicado o distanciamento necessário, ele não comporta a quantidade de alunos que demandam merenda, por isso organizamos um refeitório temporário no pátio, utilizando as carteiras que retiramos das salas de aulas. Um espaço aberto, com um fluxo só e respeitando o distanciamento”, explicou o diretor.

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

18:43 Polícia